quarta-feira, 24 de outubro de 2012

video

lindo!!!! Homenagem a enfermagem, trabalho maravilhoso!!!


FIBULA
-      O osso menos da perna, esta localizada lateral e posteriormente ao osso maior, a tíbia.
Extremidade distal: alargada pode ser palpada como uma protuberância na face lateral da articulação do tornozelo, sendo denominada maléolo lateral.


-      A fíbula se articula com a tíbia proximalmente e com a tíbia e o tálus distalmente.
-      A extremidade proximal: cabeça da fíbula, ápice da cabeça da fíbula, colo da fíbula.
-      Diáfise, que é o corpo da fíbula.














TIBIA
-      A tíbia, como um dos maiores ossos do corpo, serve de suporte ao peso imposto à perna. A tíbia pode facilmente ser sentida por cima da pele, ao se palpar a porção ântero – medial da perna. Ela é composta de três partes: corpo e duas extremidades.
Extremidade distal: está é menor que a proximal e termina com um curto processo em forma de pirâmide, denominado maléolo medial, temos ainda, incisura fibular.


-      Extremidade proximal: côndilos medial e lateral, eminência intercondiliana (tubérculos intercondilianos medial e lateral), facetas articulares (platô tibial), tuberosidade tibial (local de fixação do tendão patela), diáfise, crista ou borda anterior.
-      Como pode se observar na vista lateral, as facetas articulares que formam o platô ti
bial inclinam – se posteriormente, 10º a 20º em relação ao eixo longitudinal da tíbia, essa é uma importante consideração anatômica, porque, quando posicionamos um joelho para a incidência AP, o raio central deve fazer uma angulação, quando necessário, em relação ao chassi e a mesa de exame para ficar paralelo ao platô tibial, essa angulação é essencial para demonstrar um espaço articular “aberto” em uma incidência AP de joelho.
ok?????

ossos do pé

falanges:
São os ossos mais distais do pé, que formam os artelhos ou dedos do pé.  São numerados de um a cinco, começando do lado medial ou do primeiro artelho.  Preste atenção no primeiro artelho, ele terá apenas duas falanges, sendo elas as falanges proximal e distal.  Do segundo até o quinto dedo nós teremos três falanges, a proximal, a medial e a distal.  Quando você for se referir a qualquer um dos ossos ou articulação do pé, o dedo e o pé devem ser identificados da seguinte forma, a falange distal do primeiro artelho direito ou ainda falange distal do primeiro dedo do pé direito, desta maneira quem for analisar o exame não ficará com duvida de qual estrutura estamos tratando. Tendo em vista que as falanges distais do segundo ao quinto artelho são de tamanho bem reduzido, por ser difícil a visualização dos ossos separadamente na radiografia.
METATARSOS

São os cinco ossos da região dorsal do pé.
 Numerados juntamente com os dedos, ou seja, começando co o um na face medial e terminando com o cinco na face lateral. É provida de três partes, a parte distal redonda de cada metatarso é a cabeça do metatarso, temos o corpo do metatarso, a extremidade proximal expandida de cada metatarso é chamada de base.  A parte lateral da base do quinto metatarso é chamada detuberosidade do quinto metatarso, bem proeminente, local aonde vai se inserir um tendão.A porção proximal do quinto metatarso assim como a tuberosidade é prontamente visível nas radiografias e é um local comum de traumatismo na região podálica, por isso essa área deve ser bem visualizada nos exames radiográficos.


TARSOS
Os sete grandes ossos da porção proximal do pé recebem a denominação de ossos do tarso ou tarsais. Os nomes dos ossos do tarso são, calcâneo, tálus, cubóide, navicular, primeiro, segundo e terceiro cuneiformes. Os tarsos são maiores e menos móveis que os ossos do carpo, pois, fornecem a base de suporte do corpo, na posição ortostática. Algumas vezes os sete ossos do tarso são tratados como ossos do tornozelo, apesar de somente o tálus estar envolvido nesta articulação.
Calcâneo
§      O maior e mais forte osso do pé é este.
§      Com freqüência a parte posterior é denominada de osso do calcanhar.
§      À parte mais póstero – inferior do calcâneo contém um processo denominado tuberosidade.
§      Certos tendões de grande tamanho encontram – se aderidos a esse processo áspero e estriado, no qual, em seus pontos mais amplos, podem ser observados dois pequenos processos arredondados, o maior é oprocesso lateral e o menos pronunciado é o processo medial.
§      Uma outra protuberância óssea que varia de tamanho e forma e é visualizada lateralmente em uma incidência axial é a tróclea fibular, algumas vezes também denominada processo troclear.
§      Na face proximal medial situa – se um processo ósseo mais proeminente denominado sustentáculo do tálus, que literalmente significa suporte para o tálus.
Tálus
§      O tálus é o segundo maior osso e está localizado entre a perna e o calcâneo.
§      O peso do corpo é transmitido por intermédio desse osso através das importantes articulações do tornozelo e talocalcânea.
Navicular
§  O navicular é um osso ovalado, achatado, localizado na face medial do pé, entre o tálus e os três cuneiformes.
Cuneiformes
§      Os três cuneiformes, (em forma de cunha), estão localizados na porção média do pé, entre os três primeiros metatarsos distalmente e o navicular proximalmente. O maior cuneiforme, que se articula com o primeiro metatarso, é o cuneiforme medial (primeiro), o cuneiforme intermédio (segundo), se articula com o segundo metatarso, sendo este o menor deles. O cuneiforme lateral, (terceiro), articula – se com o terceiro metatarso, distalmente, e com o cubóidelateralmente. Por fim todos os três cuneiformes articulam – se com o navicular proximalmente.
Cubóide
§      O cubóide esta situado na face lateral do pé, distal ao calcâneo e proximal ao quarto e quinto metatarsos.
http://www.youtube.com/watch?v=JqzLfS_tm3U&feature=related


Vídeo punção venosa!!! muito bom....